Favoritos

Você não favoritou nenhum post ainda. Para fazer isso, basta clicar no ícone presente nas páginas.

  • A nova cultura de cuidar da saúde pela tela do celular e do computador

  • Por Carla Lubisco

    Todos os dias, às 9 horas, Lia coloca uma roupa confortável, liga o computador, prepara o ambiente da sala, pega a sua garrafa de água, aceita a ligação em vídeo feita pela sua personal trainer e começa a aula. É o seu momento para fazer exercícios funcionais, de força e equilíbrio. Movimentar o corpo para ter energia para encarar o dia a dia. Marcelo reserva todas as segundas, quartas e sextas às 19 horas para meditar. Coloca o smartphone em cima de uma pilha de livros, se posiciona em uma postura confortável e inicia a sua aula remota com a sua instrutora de Meditação.  Uma ótima alternativa para relaxar a mente e o corpo depois de um dia exaustivo.

    Quem não fazia transações bancárias pelo aplicativo agora está fazendo. Quem não tinha o costume de comprar pela internet, agora está comprando. Quem preferia estar em contato com amigos e familiares presencialmente, foi se acostumando a usar o Facetime, WhatsApp vídeo ou outras ferramentas para manter o convívio em plena Covid-19. E quem estava acostumado a cuidar do seu corpo e da sua mente com o seu personal trainer, agora pode continuar com essa rotina, mas pelo celular.

    Graças às possibilidades da tecnologia, em tempos de pandemia, continuamos interagindo, estudando e trabalhando. E, claro, cuidando do nosso bem maior que é a saúde. Depois de um primeiro momento em que simplesmente paralisamos diante do medo, agora já vejo as pessoas entendendo melhor tudo que está acontecendo e se dando conta da importância de se manterem ativas.

    A pandemia da Covid-19 veio para mostrar ao mundo o quanto a saúde, e a prevenção por meio da adoção de bons hábitos, nos deixa mais protegidos contra qualquer tipo de doença. E também para nos mostrar que é possível, usar a tecnologia como aliada nesse momento. Mais do que possível, é necessário, afinal, esse cenário todo mexe com o nosso bem estar físico e emocional.

    A pandemia abalou os nossos pilares de sustentação. Trouxe o risco à nossa saúde e de quem amamos, tornou mais complexo o convívio com familiares e amigos e criou uma incógnita para muitas pessoas em relação ao seu futuro profissional e das suas empresas. Os relatos que recebo de muitas pessoas é que elas estão comendo e bebendo mais, se sentindo sem energia para realizar as atividades do dia a dia, angustiadas, com medo e ansiosas.

    O uso da tela ao invés do encontro presencial pode ser uma barreira inicial, mas a verdade é que é uma oportunidade de ouro que temos para vencer a resistência e experimentar. Até porque, não estamos falando de uma ou duas semanas em que estamos de quarentena. Já são meses, e deixar de lado o que pode nos ajudar a manter o equilíbrio e a saúde em dia, não é uma boa decisão.

    É um caminho de adaptação, criação de novos hábitos e aceitação de novos modelos para podermos continuar fazendo tudo que precisamos fazer, afinal, a vida não para e temos que seguir em frente. Tudo vai ser digital depois que passar? Não. Mas não dá para negar que esse cenário está acelerando o amadurecimento para esse mundo cada vez mais híbrido, em que o off-line e o on-line estarão lado a lado, um complementando o outro.

    Uma pesquisa recente da Opinion Box ouviu os brasileiros para entender o que eles esperam depois da crise. Para 39% das pessoas, praticar exercícios físicos em casa é uma das tendências que deve se manter no pós-pandemia.

    De fato, as aulas e casa e on-line têm sido uma bela opção em tempos em que o isolamento social ainda tem ditado as regras. O professor de um lado, o aluno de outro, a rotina se mantém neste novo cenário. Não vai ser igual a uma aula presencial. E nem precisa ser. É diferente. É algo novo. Mas é uma ferramenta para nos mantermos em contato com tudo que pode nos conduzir a uma vida mais saudável, mais equilibrada e feliz.

    Estamos vivendo uma transformação. Diante da impossibilidade de fazer as coisas como estávamos acostumados, estamos redescobrindo possibilidades. Muitas delas já estavam ali, ao alcance dos nossos smartphones. Faltava a cultura. Agora, com esse aprendizado, não vai faltar mais. Saúde é prevenção!


    Carla Lubisco é especialista em mudança de hábitos e autora dos livros Vida simples, saudável e feliz: uma caminhada definitiva para construir bons hábitos e abandonar os ruins e Gestão da Qualidade de Vida: como viver mais e melhor. É a fundadora da Carla Lubisco Plataforma de Bem Viver, uma iniciativa inovadora que reúne conteúdo, serviços e profissionais especializados para quem deseja viver mais e melhor.

    Comentários

    Comente ...