Favoritos

Você não favoritou nenhum post ainda. Para fazer isso, basta clicar no ícone presente nas páginas.

  • Reduza exposição excessiva a notícias para evitar ansiedade

  • Você está se sentindo ansioso com todas as notícias que estão circulando sobre o novo coronavírus? Da para entender. Nosso cérebro costuma ‘monitorar’ o ambiente em busca de sinais de perigo, e com tantas informações em texto, vídeo e áudios em tempo real, ficamos atordoados.⠀

    Temos que tomar as medidas necessárias, nos informar, mas não precisamos ver repetidamente tudo. É o que explica o professor da Escola de Medicina da PUCRS, psiquiatra e diretor da Associação de Psiquiatria do Rio Grande do Sul (APRS), Lucas Spanemberg.⠀

    “O excesso de informação satura a nossa capacidade de capturar informações e de fazer escolhas. Estamos sensibilizados, absorvendo muitas coisas e precisamos ter parcimônia e, até mesmo, contato controlado com a informação. Uma dica é deixar para consultar as informações uma vez por turno, por exemplo”, sugere.⠀

    Ele comenta que um dos principais dilemas agora é a solidão, a sensação de desemparo. “Essa recomendação de isolamento foi tomada em nome da preservação da vida, mas ao mesmo tempo se choca com uma necessidade básica do ser humano que é ser social. É uma disrupção de tudo que conhecemos de relações humanas estruturadas”, relata.⠀

    Então, temos que dar um jeito de superar isso, não é mesmo? Vamos lá para as dicas:⠀

    Mantenha a calma. Desenvolva estratégias para gerenciar a ansiedade que façam mais sentido para você, como meditar, ler um livro, aprender uma língua estrangeira;⠀

    Escolha alguns horários do dia para se informar, como uma vez por turno;⠀

    Busque veículos de comunicação confiáveis. Evite as fake News;⠀

    Mantenha a sua rotina, dentro do possível. Essa é uma forma de manter a sensação de que as coisas estão no controle;⠀

    Não se isole das pessoas. Use as redes sociais para se comunicar. ⠀

    Comentários

    Comente ...